Dicas de viagem

Acho que não somos os únicos a ficar ansiosos quando uma viagem está perto de acontecer, seja uma viagem de curta duração de férias ou uma viagem com passagem só de ida. Uma das coisas que ajudam a diminuir a ansiedade é a organização e planejamento da fase pré viagem e por  isso queremos deixar algumas dicas de viagem que vão ajudar muito nessa etapa.

Documentos

Uma das grandes dicas de viagem é estar com toda a documentação correta para a hora do embarque e para a imigração. Ninguém quer perder uma viagem por estar com a documentação incompleta ou preparada de forma errada, não é?

– Providencie seu passaporte com antecedência. Não é raro acontecer a suspensão da emissão de passaportes por falta de papel moeda no Brasil.

– Verifique o prazo de validade do passaporte e dos vistos. Mas não basta conferir a data
de validade em si, é preciso conferir quanto tempo o passaporte ainda estará válido após a saída do país. Alguns países exigem que o passaporte esteja válido somente durante a sua  viagem, mas a grande maioria exige que esteja válido por pelo menos 1, 3 ou 6 meses a partir da data de saída do país.

– Se viajar com menores de idades é aconselhável consultar a empresa aérea com antecedência e verificar o que diz o Estatuto da Criança e do Adolescente, além das exigências da Vara da Infância e da Juventude. Carteira de estudante não é considerado um documento de identificação previsto para o embarque.

– Ao receber passagens, confira os dados e os serviços solicitados. Os nomes devem estar iguais ao que consta no seu documento de identificação. Parece óbvio, mas já aconteceu conosco, na pressa de comprar uma passagem em promoção, emitir o bilhete no nome de solteira e o passaporte estar com o nome de casada.

– Leve sua carteira de motorista, pois mesmo que não pretenda alugar carro, você pode precisar dela. Ela é válida nos primeiros 6 meses da entrada no país se for para um país conveniado com o Brasil. Se não for o caso, solicite uma carteira internacional antes de viajar.

– Verifique junto às representações consulares no Brasil possíveis exigências com relação a  obrigatoriedade de vacinas.

Bagagem

Sempre consultamos todas as dicas de viagem possíveis quando o assunto é sobre a bagagem. O que levar? Homem sempre é prático pra fazer as malas, mas mulher gosta de carregar o mundo na mala pra fazer aquele desfile de moda. Mas o melhor é parar e pensar o que realmente será necessário. Confira um pouco mais.

– Leve apenas o essencial. Existe uma carga máxima permitida que varia conforme a empresa aérea.

– Na mala de mão, leve sempre uma muda de roupa e um casaco. Não é permitido o embarque com  instrumentos perfurocortantes, como alicates de unha e cutícula; os líquidos, como shampoo ou  perfumes, não podem ter mais do que 100 ml e devem estar acondicionados em embalagens plásticas, transparentes e vedadas; medicamentos deverão ser transportados junto com a receita médica se for essencial para uso durante o vôo.

– Confira a voltagem do país e leve adaptadores de aparelhos elétricos. Isso evita levar o que não poderá ser usado ou queimar equipamentos. E sim, as duas coisas aconteceram conosco.

– Identifique sua mala com nome, endereço, telefone, fitas coloridas. Isso ajudará na hora de pegar a sua bagagem no desembarque e, no caso de extravio, de recuperar a sua mala.

Aeroporto

– Reconfirme o vôo de ida e volta pelo menos 24 horas antes. Atenção aos vôos à meia noite, para que você não se atrapalhe na data.

– Chegue ao aeroporto no mínimo duas horas antes do embarque em vôos nacionais e 4 horas para  os internacionais. Mas sempre confirme com a empresa aérea qual o horário indicado.

– Pense no tempo que levará até o aeroporto para chegar com essa antecedência que mencionamos no item acima. Essa é uma das dicas de viagem mais importantes para não perder o vôo. Morávamos em São Paulo, uma cidade muito grande e com um transito imprevisível. Calcule a ida ao aeroporto com tempo de sobra, para que não perca o horário limite para check in.

– A Receita Federal do Brasil não emite qualquer documento para comprovação da saída de bens ao exterior constantes de bagagem de viajante. Portanto, para comprovar que você está viajando com bens estrangeiros adquiridos no país, como filmadoras ou computadores pessoais, leve as notas fiscais destes bens.

– No caso de bens adquiridos no exterior e trazidos para o Brasil em outra viagem, leve o número da e-DBV (declaração eletrônica de bens de viajante), do Extrato de Bens – RTE ou da DBA (declaração de bagagem acompanhada) devidamente desembaraçada, contendo a descrição detalhada do bem.

– Nunca deixe sua bagagem desacompanhada.

– Não aceite pedidos para levar encomendas.

– Responda com seriedade às perguntas da Polícia Federal e da imigração.

Dinheiro

– Evite carregar notas de valores altos.

– Leve um ou mais cartões de crédito internacionais. É uma boa forma de mostrar na imigração que você possui dinheiro para ser usado em seu destino.

– “Traveller’s checks” são seguros e bem aceitos, mas para trocar é necessária a apresentação do passaporte ou cópia.

– Nunca transporte todo o dinheiro num só lugar.

Saúde

– Faça um check up sempre antes de viajar. Assim você poderá desfrutar tranquilamente da sua viagem.

– Seguros viagem são, muitas vezes, exigidos na imigração. Consulte sempre o valor de cobertura exigido para cada destino. Na Europa esse valor é de 30.000 EUR

– Se você faz uso contínuo de medicamentos, leve junto a receita. Alguns remédios não são permitidos comprar sem a presença da prescrição médica.

Se você tem outras dicas de viagem compartilhe conosco! Esperamos muito que vocês tenham gostado e que possam aproveitar ao máximo seu destino!!!

Uma ótima viagem De Mala e Dog!

Written By
More from Fernanda Costa

Curso de espanhol

Curso de espanhol Sempre recebemos perguntas sobre como foi com o idioma...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *